Passar para o Conteúdo Principal

VALTER HUGO MÃE

15 Fev '14
7 1 980 2500

Depois de ter viajado por diversos países como França, Brasil, Inglaterra, Egito ou Canadá, e por inúmeras cidades portuguesas, o escritor Valter Hugo Mãe vem a Bragança para apresentar o seu mais recente livro, intitulado “A Desumanização” (Porto Editora); sessão agendada para o dia 15 de fevereiro, às 15h00, no CACGM.

À semelhança daquilo que tem acontecido noutras cidades do país, cujas sessões que tem contado com a presença de algumas personalidades ligadas às mais diversas áreas da cultura portuguesa, a pintora Graça Morais será a artista convidada.
Neste encontro com o escritor haverá ainda lugar para “O Apocalipse dos Trabalhadores” (Alfaguara), um romance de 2008 que tem como cenário a cidade de Bragança.

BIOGRAFIA BREVE

Valter Hugo Mãe nasceu em Saurimo, Angola, em 1971. Vive em Vila do Conde.Licenciado em Direito, pós-graduado em Literatura Portuguesa Moderna e Contemporânea.Publicou seis romances: o filho de mil homens (2011), a máquina de fazer espanhóis (2010) o apocalipse dos trabalhadores (2008), o remorso de baltazar Serapião.Vencedor do prémio José Saramago (2006), o nosso reino (2004) e desumanização (2013), a sua obra poética está revista e reunida no volume contabilidade (2010). É autor dos livros para os mais novos: o rosto (2010), as mais belas coisas do mundo (2010), a verdadeira história dos pássaros (2009) e a história do homem calado (2009). Escreve a crónica autobiografia imaginária no jornal de letras. É vocalista do grupo musical governo e esporadicamente dedica-se às artes plásticas. Letrista dos músicos/projetos como Mundo Cão, Paulo Praça, Indignu, Salto, Frei Fado del’rei, Blandino e Eliana Castro.Recebeu, em 2009, o troféu figura do futuro, atribuído pelo Correio da Manhã; em 2010, a pena de Camilo Castelo Branco; em 2010 recebeu a medalha de Mérito Singular de Vila do Conde.

Fotografia: Nélio Paulo