Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Youtube adicionar aos favoritos RSS Partilhar imprimir

Logotipo Centro de Arte Graça Morais

LUIS GORDILLO

PINTURA INTERROGADA

2012/01/14 a 2012/03/31
Luis gordillo 1 980 2500

 

Luís Gordillo (Sevilha, 1934) é uma das principais figuras da arte abstrata em Espanha. O seu já longo percurso artístico, marcado por uma continua experimentação e procura de novas técnicas, novos meios de produção e novos horizontes plásticos, levou-o a desenvolver universos, narrativas e simbolismos tão ricos e complexos e uma cada vez maior abstração, onde universos paralelos coexistem em cartografias mentais e invulgares imagens caleidoscópicas.
Ao longo da sua carreira, Luís Gordillo recebeu inúmeros prémios e a sua obra integra as mais reconhecidas coleções públicas de Arte Contemporânea. A presente exposição integra a primeira itinerância do artista em Portugal, tendo sido a este propósito editado um catálogo bilingue, com textos de Bernardo Pinto de Almeida e David Barro.
A pintura de Gordillo deve mais às expressões da cultura urbana do que às grandes tradições da história da arte. (…) Das forças impressivas do grafitti e a street art, que vorazmente apropria; da elementaridade do desenho, à complexidade dinâmica dos movimentos e dos fluxos da circulação urbana aos elementos visuais dos neons, dos dísticos, das sinalizações, a obra de Gordillo multiplica alusões, sugestões, cores e formas que a relacionam no plano dos processos com a velocidade da vida nas metrópoles.
A pintura de Luís Gordillo funciona, cada vez mais, como um labirinto. A imagem e o seu duplo fluem pronunciando-se através de jogos exagerados, de ordens desordenadas. Luís Gordillo, nos anos oitenta, como hoje, já é para sempre um equilibrista das formas que opera a partir do humor, até que a pintura reverbere.

                                                                             
Comissários: Bernardo Pinto de Almeida e David Barro
Produção: Centro de Arte Contemporânea Graça Morais
                   Câmara Municipal de Bragança

 

 
 
una_donna_duplice_2011_249_x_206cm
globuloso_chicloide_selvatico_2010_155_x_220_cm