Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Youtube adicionar aos favoritos RSS Partilhar imprimir

Logotipo Centro de Arte Graça Morais

CASA COMUM

OBRAS NA COLECÇÃO DO CAM

2011/04/09 a 2011/06/26
Casa comum 1 980 2500

 

A casa é o lugar em que projectamos os mais inconscientes e elementares desejos de protecção, calor, reconhecimento e recolhimento e até de estímulo afectivo, estético, sensorial e cognitivo. Nela vivemos à escala de um pequeno mundo, as dimensões variadas em que a vida nos acolhe e interpela; idealmente, ela permite-nos o sono e a intimidade, a fantasia, o espaço privado e a modelação da “abertura” ao exterior.
A casa está associada à família e ao alimento, como à arquitectura, à construção e à paisagem, ao interior e ao limiar, à individuação e à agregação colectiva. Nela se reúnem, por isso, arquétipos fundamentais da constituição do humano.
Esta exposição remete-nos para eles, através de obras de 31 artistas da colecção do CAM do início do século XX ao século XXI.

Amadeo de Souza-Cardoso. António Areal. António Carneiro. Bernardo Marques. Carlos Botelho. Emmerico Nunes. Fernando Lemos. Filipa César. Gil Heitor Cortesão. Graça Pereira Coutinho. João Abel Manta. Joaquim Bravo. Jorge Barradas. José de Almada Negreiros. José Dominguez Alvarez. José Pedro Croft. Julião Sarmento. Júlio Resende. Lourdes Castro. Manuel Amado. Manuel Bentes. Maria Beatriz. Mário Eloy. Nadir Afonso. Pedro Cabrita Reis. Pedro Calapez. Pedro Gomes. Rui Filipe. Sarah Affonso. Thomas Weinberger. Thomaz de Mello.

Comissário: Leonor Nazaré
Coprodução: Câmara Municipal de Bragança
                      CAM – Fundação Calouste Gulbenkia
                      Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

dsc06789
dsc06325
DSC06758
dsc06752
DSC06761
dsc06764
dsc06757