Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Youtube adicionar aos favoritos RSS Partilhar imprimir

Logotipo Centro de Arte Graça Morais

SANTIAGO YDÁÑEZ

SEM TÍTULO

2010/10/23 a 2011/01/23
Santiago yda n ez 1 980 2500

 

Trabalhando muitas vezes a uma escala monumental, Santiago Ydáñez (Jaén, Espanha, 1969), um dos jovens pintores espanhóis com maior projecção internacional, inscreve-se no raro grupo de artistas desta geração que trabalha a pintura a partir do território da figuração.

Mais do que qualquer outro tema, a representação do rosto humano adquire na sua obra um particular enlevo, ainda que de modo algum em absoluto. Nela são também frequentes as representações de animais, especialmente os submetidos ao trabalho de taxidermia, corpos nus, imagens religiosas, paisagens e, recentemente, imagens apropriadas à iconografia das tradicionais Festas de Inverno de Trás-os-Montes.

Ydáñez, como Lucian Freud, não procura na sua pintura uma semelhança meticulosa com o modelo, tende antes a captar, através de pinceladas livres e saturadas, as partes mais expressivas, aquilo que de outro modo deixaria de ser perceptível, sejam um ligeiro movimento de olhos ou um trejeito, seja o enfatizar de superfícies capazes de sugerir ou provocar tensões.

Levantando questões como a da auto-representação, a sua matriz referencial encontra-a com frequência no recurso ao próprio rosto, a partir do qual, numa espécie de mudança performativa de identidade, constrói as suas personagens.

Comissário: Jorge da Costa
Produção: Câmara Municipal de Bragança
Colaboração: Galeria Fernando Santos

img_4019
img_3950
img_3958
img_3995
img_4089
img_2598
img_4055