Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Youtube adicionar aos favoritos RSS Partilhar imprimir

Logotipo Centro de Arte Graça Morais

ESCULTURA ABSTRATA

ESCULTURA ABSTRACTA NAS DÉCADAS DE 1960-1970

2008/12/12 a 2009/02/28
Na colecc a o da fundac a o de serralves 1 980 2500

 

Nesta exposição são apresentados, quase exclusivamente, objectos que se apoderam do solo, prescindindo do plinto. Na mesma transmitem-se visíveis preocupações com as ideias de serialidade, de fabrico industrial, de franqueza na técnica (o que vemos é mesmo aquilo que vemos). Estes elementos são suficientes para percebermos que os escultores portugueses apresentaram propostas nas décadas de 1960 e 1970 que hoje nos confrontam com os vários passados que foram tornando a obra de arte cada vez mais directa no contacto com o público, desde a arte pop, à escultura abstracta britânica, passando pelo minimalismo norte-americano.

Mais do que perceber influências, ou encontrar linhagens, Escultura abstracta nas décadas de 1960-1970, devolve-nos uma imagem do contexto artístico português que contradiz qualquer ideia de seguidismo acrítico ou de atraso em relação às experiências artísticas que se iam fazendo lá fora, mostrando como os nossos artistas não só as conheciam como delas souberam retirar o que melhor servia a singularidade das suas respectivas pesquisas.

Comissário: João Fernandes
Produção: Museu de Serralves
Programação: Centro de Arte Contemporânea Graça Morais

11
1
12
6
escultura_abstracta_braganca_274
escultura_abstracta_braganca_269
escultura_abstracta_braganca_264
escultura_abstracta_braganca_214